Saiba o que é o exame de urina tipo 1 


O exame de urina tipo 1, que também é conhecido como EAS (Elementos Anormais do Sedimento), é uma forma de identificar mudanças no sistema urinário e renal que podem identificar algumas doenças. O trato urinário é formado pelos rins, pela bexiga, uretra e pelos ureteres. Ele é responsável por filtrar as toxinas e as impurezas do organismo, eliminando-as através da urina.  

Quando esse conjunto de órgãos não funciona corretamente, as toxinas que deveriam ser eliminadas do corpo, acabam se acumulando, surgindo inúmeros problemas renais. Sendo assim, o exame urina 1 identifica esses males para que possam ser tratados da melhor forma possível e não cause problemas ainda maiores.  

O exame deve ser feito com a coleta da primeira urina do dia, que é considerada a mais concentrada. É com base nela que são analisados o pH e a presença de outros elementos, chamados de sedimentos, podendo ser proteínas, nitritos, cetonas, leucócitos, entre outras diversas substâncias. Após a coleta, a urina é enviada para análise, a qual irá identificar os níveis de cada substância.

Algumas doenças que podem ser identificadas 


O exame urina 1 é solicitado por um médico sempre que houver necessidade de diagnosticar uma doença ou anomalia do sistema urinário. Ele é capaz de identificar os mais diversos problemas, como a infecção, entre outros.  

 A maior parte das doenças do trato urinário sintomas bem parecidos, tais como:  

  • Ardência ao urinar; 
  • Urina escura ou com presença de sangue; 
  • Dores nos rins; 
  • Desconfortos pélvicos; 
  • Incontinência urinária.  

Sempre que sentir algum desconforto no sistema urinário, principalmente ao urinar, procure um médico, pois doenças deste gênero podem evoluir rapidamente.  

Como fazer o exame de urina 


Como já citamos, é preciso coletar a primeira urina da manhã. Mas antes, é importante lavar bem as mãos e a região gernital, a higienização é essencial para não ter interferência nos resultados. A urina deve ser depositada no recipiente disponibilizado pelo médico, pelo laboratório ou pela clínica.  

Lembre-se que o primeiro jato de urina deve ser descartado, pois nele pode conter células e secreções da uretra que também interferem no resultado do exame. Não é necessário encher o recipiente disponibilizado, para o exame urina tipo 1 basta apenas de 10 ml a 40 ml, essa quantidade já é o suficiente.  

Se a coleta está sendo feita em casa, é importante manter o frasco refrigerado e lacrado para ser entregue ao laboratório. Por isso, deixe na geladeira, caso for necessário, mas não pode se passar o período de duas horas. Dessa forma, você evita que microrganismos contaminem a amostra e possam influenciar no resultado.

Os resultados 


Na amostra de urina que é coletada existem diversas informações que revelam o estado de saúde renal e urinária. Nela é avaliado o pH, assim como a densidade e a presença ou não de substâncias que podem alterar as características da urina.  

Portanto, o pH deve ficar entre 5,5 a 7,0. Acima desse valor pode ser o indicativo de bactérias que alcalinizam a urina, assim como cálculo renal ou insuficiência. Já a densidade da urina deve ficar entre 1,005 e 1,030. Caso a urina esteja muito diluída pode ser sinal de infecção. 

Entre em contato com a gente e agende o seu exame. Conheça também os exames de vitamina D e de hemoglobina 

Preparação para o exame:


  • De preferência coletar a amostra de urina no laboratório, para garantir a qualidade da coleta. Se coletar em casa, a amostra deve ser encaminhada ao laboratório imediatamente após a coleta.
  • Instruções para Mulher:
    1. Lave os genitais externos com agua e sabão.
    2. Despreze o jato inicial de urina no vaso sanitário e interrompa a micção. 3. Se estiver menstruada ou apresentando secreção vaginal aumentada, coloque um tampão vaginal (gaze) para evitar contaminação da amostra. 4. Abra o frasco apropriado fornecido pelo laboratório, afaste os lábios da vulva e colha a urina (jato médio).Tampe o frasco. Termine de urinar no vaso sanitário. Retire e despreze o tampão vaginal.
    5. Entregue o frasco com urina a coletora.
  • Instruções para Homem:
    1. Lave os genitais externos com agua e sabão.
    2. Despreze o jato inicial de urina no vaso sanitário e interrompa a micção. 3. Abra o frasco apropriado fornecido pelo laboratório, afaste o prepúcio do meato urinário e colha a urina (jato médio). Tampe o frasco.
    4. Termine de urinar no vaso sanitário.
    5. Entregue o frasco com urina a coletora. 
     

Faça sua solicitação

Privacy Preference Center