Praticar atividade física regularmente e se cuidar da nutrição com o acompanhamento de um nutricionista com certeza vai melhorar sua qualidade de vida. Além disso, o exercício físico pode auxiliar como terapia não medicamentosa na prevenção de várias doenças crônico-degenerativas. Existem ainda pessoas que praticam modalidades esportivas, pois querem competir a nível amador. Sem dúvida todas estas formas de se exercitar são benéficas.

O efeito protetor da atividade física está relacionado com melhora do perfil lipídico, glicemia e mudanças no volume plasmático, que se traduzem em melhora no transporte de oxigênio para os tecidos e aumento da atividade do sistema imune, diminuindo a incidência de infecções.

Por outro lado, quando o exercício é realizado de maneira intensa e excessiva, alguns indivíduos podem desenvolver lesões crônicas na musculatura e articulações, broncoconstrição, ou em casos mais raros e extremos morte súbita.

Para que o treinamento forneça resultados positivos é necessário que os fatores nutricionais sejam aplicados de forma individualizada. Várias sessões de treino requerem uma dieta adequada para sustentar a demanda energética do organismo durante a atividade. As adaptações musculares que ocasionam o aumento do desempenho, resultam do processo de síntese proteica, que ocorre principalmente durante o período de regeneração. Este processo é dependente da ingestão de alimento e nutrientes essenciais para o processo de recuperação energética.

O estado nutricional antes e durante a prática de atividade física é um importante componente para o indivíduo obter o desempenho desejado.

Mas então, como saber se você está no caminho certo? Se está realizando a quantidade correta de atividade física e se recuperando de forma adequada para uma nova sessão de treinos?

A realização de exames laboratoriais para prevenir de lesões e verificar as adaptações positivas ao treinamento já são frequentes na maioria dos esportes profissionais. Entretanto, os praticantes de atividade física e atletas amadores também podem se beneficiar deste tipo de abordagem para melhorar o desempenho. Os exames laboratoriais podem ser utilizados para diagnosticar e prevenir uma lesão muscular, verificar se a dieta está adequada e fornecer parâmetros para o nutricionista ajustar a dieta. Além disso, alguns exames mais específicos podem auxiliar no ganho de massa e na prevenção de infecções oportunistas, principalmente por vírus.

O uso dos exames laboratoriais na prática esportiva necessita de alguns cuidados especiais. É necessário um tempo adequado de repouso antes da coleta do exame e também os valores de referência devem ser específicos para a modalidade praticada. Além disso, existem exames que precisam ser repetidos ao longo do processo de treinamento. Pensando nisso, o Ramos Laboratório juntamente com o Pesquisador Dr. Lázaro Nunes, desenvolveram um produto específico para os praticantes de atividade física e atletas, o Ramos Performance. São exames laboratoriais de sangue e saliva que visam acompanhar o praticante de atividade física ou atleta durante o seu treinamento, com a finalidade de prevenir lesões, diagnosticar distúrbios nutricionais e verificar a melhora do desempenho. Estes exames possuem valores de referência específicos para praticantes de atividade física e atletas.

Para saber mais detalhes procure um consultor de vendas ou entre em contato com o Ramos através do site ou telefone.