De bate-pronto, você saberia dizer se está com todos os seus exames de rotina em dia? Afinal, você tem acompanhado e cuidado regularmente da sua saúde?

Tão relevante quanto praticar exercícios físicos, deixar os vícios de lado, ter uma dieta balanceada e cuidar da saúde mental, os exames de rotina são essenciais para direcionar as pessoas ao decorrer da vida.

Antes mesmo de procurar um bom laboratório de análises clínicas, acompanhe a leitura e veja a importância desses exames, quais são e como se preparar!

Por que é importante fazer exames de rotina?

Se você pretende viajar de carro, naturalmente, a sua primeira preocupação é averiguar se o veículo está em condições de realizar o trajeto, não é mesmo?

Da mesma forma que é importante fazer uma boa avaliação mecânica do carro, o nosso organismo necessita de um acompanhamento médico para saber as condições.

Realizar exames de rotina é de suma importância durante a vida, pois, caso haja a possibilidade de alguma doença, o diagnóstico precoce ajudará muito no tratamento.

A frequência dependerá da análise do médico que acompanha o seu caso, tendo em vista que pode haver variações conforme o estado de saúde de cada pessoa.

Em geral, adultos saudáveis podem realizar exames de rotina a cada dois anos, no entanto, pessoas com fatores de risco e doenças crônicas têm retornos mais curtos.

Quais são os principais exames de rotina para mulheres e homens?

Pensando em proteção, homens e mulheres contam com exames em comum e aqueles específicos de cada gênero, levando em conta a idade inclusive.

A seguir, você verá alguns dos grupos de exames mais solicitados pelos médicos e que podem nortear o seu caminho em busca dos profissionais e laboratórios certos.

Exames do coração

Normalmente, um clínico geral ou cardiologista indica esses tipos de exames para acompanhar o estado do nosso coração, a fim de minimizar o risco de doenças.

Um eletrocardiograma, por exemplo, tem como missão avaliar o ritmo do nosso batimento cardíaco, podendo identificar possíveis infartos ou mesmo arritmias.

Dependendo do caso, pode ser solicitado também algum teste ergométrico, raio-x ou ecocardiograma que é uma espécie de ultrassom do coração. 

Exames de sangue

Desde pequenos somos submetidos a exames de sangue, portanto, essa classe de testes é a mais habitual das nossas vidas, tendo em vista que avalia uma série de doenças.

Com uma singela coleta de sangue, analisada em um laboratório clínico, torna-se possível verificar questões como anemia, leucemia, colesterol, diabetes, HIV etc

No hemograma completo, por exemplo, o foco é analisar os indicadores relacionados às plaquetas, às hemácias (glóbulos vermelhos) e aos leucócitos (glóbulos brancos).

Verificar os hormônios T3, T4 livre e TSH, que são produzidos pela glândula tireoide e hipófise respectivamente, torna-se essencial, especialmente para a saúde da mulher.

Por meio dos resultados e comparação com os valores de referência desses exames, pode-se averiguar questões como hipotireoidismo, hipertireoidismo e tumores.

A dosagem de hormônios é um exame preventivo muito importante também, de modo que a análise desses indicadores seja ideal para mulheres, homens e pessoas trans. Portanto, deve-se dosar os hormônios femininos (FSH, LH, estradiol, progesterona, prolactina) e masculinos (testosterona total e livre).

Exames ginecológicos 

Os exames ginecológicos são cruciais na vida de qualquer mulher, principalmente no intuito de investigar a possibilidade de câncer de mama e câncer de colo do útero.

O Papanicolau é um exame de rotina feminino mais conhecido e é feito a partir do início da vida sexual, a fim de coletar amostras de células uterinas.

Além disso, exames como mamografia, ultrassonografia, ultrassom da pelve, colposcopia e exame pélvico podem ser solicitados para uma análise completa.

Exames urológicos

Com relação aos exames de rotina específicos dos homens, obviamente que o exame PSA é o principal deles, uma vez que identifica a possibilidade de câncer de próstata.

A saúde masculina exige tantos cuidados quanto se tem em relação à feminina, portanto, os homens devem ser incentivados a ter um acompanhamento frequente.

Além dos exames rotineiros como sangue, próstata e urina, testes físicos na região testicular e no pênis podem ser úteis para ver nódulos, infecções e demais alterações.

Exames de fezes e urina

Principalmente entre as mulheres, que podem sofrer com problemas que envolvem infecções urinárias, o teste de urina é um dos principais solicitados pelos médicos.

Dentro de um check-up completo, o exame de urina pode detectar a presença de cristais, sangue, excesso de proteína, bactérias e outros aspectos.

Quanto ao exame de fezes, a ideia é identificar a presença de vermes e outros parasitas, possíveis falhas no sistema digestivo, doenças estomacais e, até mesmo, possíveis cânceres.

Quais são os principais exames para crianças?

Ledo engano de quem acha que só os adultos devem ser submetidos a exames de rotina, pois, desde criança, é importantíssimo averiguar a saúde de forma regular.

Os primeiros cuidados com as crianças começam lá no pré-natal, que é indispensável para acompanhar a saúde da gestante, bem como detectar possíveis doenças no bebê.

Nos primeiros meses de vida, as consultas ao profissional de pediatria costumam ser mensais, sendo que a partir dos 5 anos é que as visitas ao médico passam a ser anuais.

Dentre alguns dos exames solicitados na infância, o raio-x de idade óssea, por exemplo, serve para verificar se há algum problema de crescimento.

Exames de urina, parasitológico de fezes, hemograma, glicemia, insulina, ureia, creatinina, perfil lipídico e ultrassonografia podem ser úteis para apurar o estado de saúde completo.

É comum verificar também, por meio de coleta de sangue, os anticorpos para hepatites A, B e C, auxiliando na tomada de decisão de vacinação.

Por falar em vacinação, faça o possível para que a criança tome todas as vacinas necessárias de acordo com a faixa etária correspondente.

Como se preparar para um exame de rotina?

O preparo mais comum informado aos pacientes, principalmente quando se trata de exames de sangue, é o jejum, cujo tempo dependerá do que for avaliado. 

Em um exame de colesterol, uma das recomendações é que a pessoa não tenha ingerido bebidas alcoólicas nas últimas 72 horas que antecedem a coleta da amostra.

Já no caso do teste de glicemia, além da indicação de jejum, pede-se que os pacientes não pratiquem atividades físicas 12 horas antes de fazer o exame. 

Quanto ao exame de urina, o ideal é que seja coletada a primeira urina da manhã, sendo importante uma boa higiene da região genital

Para concluirmos, ao pensar em fazer algum exame de rotina, busque sempre a ajuda de profissionais experientes, principalmente no que diz respeito aos testes laboratoriais, a fim de obter resultados com a maior confiança possível.

Você acha que seus amigos estão cuidando bem da saúde? Se você se preocupa com eles, aproveite e compartilhe o post em suas redes sociais para ajudá-los com isso!